Como fica o cranio de uma pessoa que morre de Câncer no osso?

 
Tumores ósseos ou Câncer do osso ou Câncer Ósseo são aqueles que se iniciam no próprio osso, que em crescimento podem substituir tecido saudável por tecido anormal. O tumor debilita o osso e provoca fraturas. O aumento do tumor faz com que o tecido ósseo sadio seja substituído por células tumorais, que enfraquecem os ossos e causam fraturas patológicas. Lesões agressivas podem levar à incapacidade ou morte se os sintomas não forem detectados de forma precoce.

Sobre as chances de cura, como em todo tumor, há os benignos e os malignos. Os benignos todos têm cura, já os malignos, com tratamento de quimioterapia e cirurgia, têm cura em 70% dos casos. Mas em vários casos a necessidade de se fazer amputações .

Como em qualquer tipo de câncer, o de tumor ósseo tem maior chance de cura quando o diagnóstico é precoce. Quanto mais cedo, maior é a chance de vida. E o tratamento é praticamente o mesmo de outros cânceres: realiza-se a biópsia, é feita a quimioterapia, depois a cirurgia, depois mais quimioterapia.

Felizmente, esse tipo de Câncer é relativamente raro, uma vez que representam 6% dos casos de câncer nesse grupo e têm uma incidência estimada em cinco casos a cada 1 milhão de crianças por exemplo!

Para mais informações acesse: Fleury, Clinica Cofrat e Hospital de Câncer de Pernambuco

Unknown

Colaborador do AAV. Tem uma grande paixão pelo blog mas vive não conseguindo deixar os posts em dia!

Comentário(s)